Publicidade

Esta semana acontece a esperada chuva de meteoros conhecida como “Eta Aquáridas”, uma das mais populares do ano.

Seu pico começa no dia 4 de maio, mas irá se estender para as noites seguintes para uma breve observação.

A Eta Aquáridas teve início em 15 de abril e deve durar até o dia 27 de maio. Seu pico será nas manhãs dos dias 4, 5 e 6 de maio, por volta das 4h00, então fique atento!

Além disso, é possível iniciar as observação antes do horário, já que o horário de pico e melhor visibilidade parecem variar entre os especialistas, podendo também acompanhar o alinhamento planetário que ainda está acontecendo entre Vênus, Júpiter, Marte e Saturno.

Os planetas estarão mais visíveis após as 5h00 da madrugada, a leste, e o radiante da Eta Aquáridas estará entre Marte e Saturno, à esquerda.

Veja:

Sobre a Chuva de meteoros Eta Aquáridas

O fenômeno está associado ao cometa 1P/Halley[6] [7] e é visível anualmente entre os dias 19 de abril e 28 de maio. A atividade máxima ocorre tipicamente por volta de 5 ou 6 de maio, quando podem ser observados até 20 meteoros por hora. No hemisfério sul a taxa horária zenital é maior do que no hemisfério norte e pode chegar a 40 meteoros por hora.

Seu radiante encontra-se próximo de Eta Aquarii, uma estrela da classe espectral B9 e magnitude aparente +4,04. O mais antigo registro de observações desse evento remonta ao ano 401 e há também registros nos anos 839, 927, 934 e 1009.

A associação dessa chuva de meteoros com o cometa 1P/Halley foi descoberta em 1876 pelo astrônomo britânico Alexander Stewart Herschel e confirmada nos anos subsequentes. No início de maio de 1947 um radiotelescópio do observatório Jodrell Bank, no Reino Unido, detectou pela primeira vez esse evento na faixa de rádio do espectro eletromagnético.

fonte.

Compartilhar.

Olá! Meu nome é Beatriz Chiessi e sou formada em Gestão Empresarial. Fã da Aggretsuko, apaixonada pelos filmes do Studio Ghibli, Simmer assumida e astronauta do Astroneer.