Publicidade

Com certeza você já se deparou com um filme Noir em sua vida, mas ainda não sabia que se tratava desse tipo de trama.

Um roteiro repleto de suspense, muito cigarro e sensualidade. Assim, é a forma mais fácil de descrever esse tipo de produção que ficou especialmente popular com o advento dos filmes chamados de “cult”.

Acontece que os Filmes Noir são um gênero que caiu em relativo desuso há algum tempo atrás, de uma forma bem parecida que os do gênero “Velho Oeste”.

É só pesquisas um pouquinho que você descobrirá a fama que os velho oeste tiveram em Hollywood e como o bonitão “John Wayne” arrancava suspiros da mulheres e enlouquecia de emoção os homens.

Mas, algo aconteceu e esse tipo de filme, popular nos anos 50, 60, e 70 caiu em total esquecimento e até com um apelo ridículo.

E com o gênero Noir não foi diferente, mesmo que suas figuras icônicas incluíssem Femme Fatale que esbanjavam perigo e sensualidade, ainda assim, ele foi deixado de lado após seu pique nos anos 50 e só voltou a ser show de bilheteria nos anos 80.

Por isso, no post de hoje relembraremos 5 femme fatale dos filmes noir que vão de seduzir!

Mas, qual a relação de um filme Noir e uma Femme fatale?

O termo Film noir (pronúncia em francês: [film nwaʁ]; é uma expressão de origem francesa usada para tratar de um determinado tipo de filme policial, que traz um misto entre os romances policiais da Grande Depressão com uma estética típica de um filme de horror dos anos 30.

E nesse espectro de ilegalidade e suspense, popularizou-se a Femme fatale.

Esse arquétipo feminino está presente dentro da cultura da humanidade, mas até então o foco era totalmente como vilã. Um bom exemplo disso é a Dalila, personagem biblíca. Esse tipo de personagem era sinônimo de mulheres deslumbrantes, ousadas que traziam a sexualidade e o prazer como forma de corrupção.

Mas, embora os filmes Noir ainda mantenha essa estética, principalmente os produzidos nos anos 40/50, as produções dos anos 80 passaram a colocar esse tipo de personagem em outro aspecto: o da mulher livre e individualista, que faz o que quer, quando quer.

Vilão, anti-heroína ou mocinhas, as Femme fatale nos encantam e nos predem com suas atitudes que combinam perfeitamente com a estéticos dos filmes Noir por isso, confira nossa lista abaixo com as 5 melhores Femme fatale de filmes noir.

5. Rachel, Blade Runner (1982)

Falar sobre Rachel é falar sobre um ícone. O Filme Blane Runner em si já é um marco, pois uniu a estética Nois a uma trata de ficção científica intensa. Nesse filme, a replicante Rachel é interpretada por Sean Yong, uma personagem misteriosa que aparece no apartamento de um caçador de replicantes (bladerunner) para provar sua inocência.

E por mais que a estética adotada pela personagem não seja muito atraente hoje, ainda assim, ela foi um marco que trouxe a popularidade do gênero para a grande massa.

4. Mia Wallace, Pulp Fiction (1994)

Sob a direção de Tarantino o clássico Pup Fiction é um marco na história do cinema por si só. A história gira em torno tanto de Mia quanto de Vicente e embora nossa Femme Falate não apareça tanto quanto seu par, ela deixa rastros relevantes na história.

Deixando claro o poder, a personalidade forte e até a sensualidade dessa mulher. Interpretada pela inesquecível Uma Thurman, ela ainda é uma referência desse tipo de personalidade até os dias atuais e ainda dita tendências de moda.

3. Dorothy Vallens, Veludo Azul (1986)

Veludo Azul é um filme ainda considerado Noir, mas que flerta com o terror psicológico e outros gêneros mais fortes. Isso porque o filme já começa com o aparecimento de uma orelha decepada, e daí para frente os personagens principais não têm experiências mais amenas.

A trama gira em torno de Jeffrey Beaumont que começa uma investigação em busca de um traficante de drogas, mas que fica obcecado por Dorothy Vallens, cantora de um cabaré. O jovem universitário, apenas ansioso por aventura pode ter descobertas dolorosas no processo.

Sendo Dorothy vilão ou mocinha, é fato que ela é uma representação perfeita de uma Femme fatale: os cabelos volumosos, os lábios vermelhos e as roupas exuberantes são o mix perfeito entre sensualidade e perigo.

2. Lynn Bracken, Los Angeles Confidencial (1997)

Ao invés de manter o ar futurista de Blade runner, Los Angeles Confidencial nos remete aos filmes clássicos de Noir, lá em 1940. Mas, não deixa a desejar em relação ao roteiro e trama.

Mesmo após anos do seu lançamento o filme ainda guarda referência como o melhor da década e atuação de Kim Basinger é envolvente, sexy e inesquecível. Tudo aquilo que uma verdadeira Femme fatale precisa ser!

1.     Trinity, Matrix (1999)

Eu juro que tentei não terminar nossa lista em Matrix, mas foi impossível. Contrariando todo o glamour das Femme fatale até então, Trinity nos apresentou uma sensualidade diferente que vai muito além do salto alto, nas unhas e batom vermelho e do cabelo ondulado.

A personagem arrancou suspiros e nos envolveu em sua atmosfera obscura usando produções que foram na contramão das outras representações até então.

Por isso, ela ficou em nosso TOP 5, não por ser melhor, mas por ser mais diferente das outras.

E ainda partindo desse ponto. Falar sobre Femme Fatale e os filmes Noir é um tópico desafiador porque existem inúmeras personagens que representam o gênero muito bem. Por isso, se você sentiu falta de alguma, comente aqui embaixo!

Compartilhar.