Publicidade

A nova geração de animes, sem dúvida, está marcando época. Mas, você já pensou em como tudo isso começou? Aquilo que deu origem aos grandes marcos de hoje como Kimetsu no Yaiba, Atack on Titan ou Haikyū!!?

Saber como tudo isso começou permite aos otakus (novatos ou não) descobrirem um pouco mais da história dessa arte asiática e mais: ainda proporcionam conhecer histórias incríveis, que marcaram gerações e influenciaram grandes obras de hoje em vida.

E antes disso aqui vai um aviso: a qualidade pode ser ruim, mas as histórias e as animações valem a pena!

Então, bora lá?

1.     Akira: um anime que marcou época

Akira

Esse anime de ficção cientifica em de 1988 marcou história das animações japonesas e teve impactos em diversas outras obras futuristas, inclusive fora do Japão. Como foi exemplo do jogo Cyberpunk 2077 que homenageou essa obra incrível.

O cenário pós-guerra retrata a história da amizade entre Kaneda que a todo custo busca proteger seu amigo Tetsuo, impedindo-o de invocar um tipo de “poder”. Okay, esse é o máximo de explicações possível sem um grande spoiler.

Mas, Akira foi uma proposta inovadora ao seu tempo e embora hoje o plot twiste pareça simples, com todas suas ramificações e subplots, encontramos uma história densa, intensa e com uma ambientação magnifica. Vale conferir!

2.     Sailor Moon

Sailor Moon

Sem dúvida, Sailor Moon foi a obra que colocou o gênero mahou shoujo (garotas mágicas) no mapa. É claro que obras anteriores já começaram a trilhar esse caminho, mas foram os poderes da lua que marcaram uma geração inteira.

E sim, a minha geração. Inclusive, lembro de ganhar uma boneca falsificada (naquelas lojas de 1,99) da Sailor Mars.

Mas, deixando a nostalgia um pouco de lado, vamos ser sinceros: Sailor Moon foi um marco, que é refletido pelos novos lançamentos de Netflix que incluíram algumas continuações dessa série.

Ele conta a história de Usagi Tsukino, uma jovem normal de 14 anos que descobre a partir de uma gata falante chamada Luna que é uma guerreira mágica e deve salvar o mundo das forças do mal. Daí em diante ela encontra aliados, amigos e, é claro, vilões.

Embora a trama não seja excessivamente dramática ou profunda, coloca em pauta assuntos importantes durante a adolescência com uma pitada de romance. Sem falar nas pitadas de humor que tornam tudo cativante. É impossível não se apaixonar.

3.     The prince of Tennis

The Prince of Tennis

Se você é fã de Haikyū, não pode deixar de conferir o anime The Prince of Tennis. Embora aqui no Brasil não tenha ganhado tanta força, no Japão ainda é uma das principais referências dentro do gênero esporte e nada verdade, foi um dos primeiros a tratar desse tema e receber tanta popularização.

Basicamente, a história retrata a jornada do estudante Ryoma Echizen em sua jornada como um tenista e com a equipe de sua escola, Seigaku (Seishun Gakuen). Lançado em 2001, ele vendeu mais de The Prince of Tennis desde a publicação do mangá (de 1999 até 2008).

O mais interessante, é que diferente da maioria dos animes, Ryoma não é um protagonista ao estilo Naruto, Gon ou até mesmo Tanjiro. Ele não é simpático ou de bom coração. Mas, sim, um jogador incrível, que sabe bem seus pontos fortes e egocêntrico. E aí mora o desafio: ao longo da trama ele descobre oponentes cada vez mais fortes e amigos com quem podem contar, transformando-o completamente.

E se você acha que sem entender de tênis não consegue acompanhar o anime. Ledo engano. A imersão é tamanha que você passa a entender as regras do jogo sem assistir se quer uma partida.

4.     Cowboy Bebop: um anime que resume sua geração

Cowboy Bepop

Os anos 80/90 foram marcados por animes futuristas, com traçados lindos e histórias futuristas. A história possui um ambiente futurista e se passa em 2071, onde a civilização evolui ao ponto de colonizar novos planetas.

E com o avanço populacional a polícia passou a contratar caçadores de recompensa para auxiliar na contensão de criminosos. Nós acompanhamos o desenrolar com o protagonista Spike Spiegal. E como uma boa parte dos animes antigos apresenta em cada episódio um acontecimento diferente e aos poucos nos revela pontos essenciais dos personagens da trama.

A série recentemente ganhou um live action pela Netflix, que infelizmente teve sua continuação cancelada.

5.     Inuyasha

Inuyasha

Outro clássico que deveria ser nomeado. Atualmente, podemos ver a continuação da história com Hanyou no Yashahime, onde as filhas dos protagonistas constroem a própria história (sim, ao estilo Boruto).

No entanto, o anime clássico é ainda mais interessante. Possui uma trilha lenta, típica dos animes antigos. Por isso, peço um pouco de paciência aos novos otakus. Mas, sem dúvida trás um apanhado interessante de histórias.

Inicialmente, conta a história da estudante Kagome, que é levada até o período Sengoku. Além de uma boa dose de cultura japonesa tradicional, a trama nos coloca num mundo de Yokais. Onde a protagonista conhece Inuyasha, um meio Yokai que dá nome a série.

É divertido, engraçado, cheio de sub-plots e com um romance na medida certa.

6.     Rurouni Kenshin: Meiji Kenkaku Romantan

Rurouni Kenshin

Continuando nossa lista no Japão antigo temos Rurouni Kenshin, que se passa na era Meiji. É muito interessante, pois a trama acompanha uma jornada de redenção do Samurai Kenshin, que após 10 anos de peregrinação se refugia no Dojo da família Kamiya.

No decorrer da série, ele descobre que embora tente deixar seu passado para trás, será obrigado a portar novamente uma espada e mostrar toda sua força contra diversos inimigos.

Sem dúvida, é outro anime lindo que mostra muito sobre a cultura japonesa, a vida dos samurais e com uma dose de romance bem leve, mas emocionante.

7.     Neon Genesis Evangelion

Neon Genesis Evangelion

E é claro que um mecha não pode ficar de fora da nossa lista, certo? Neon Genesis Evangelion chega com tudo com uma dose bem grande de ação e drama psicológico.

A trama gira em torno de Shinji Ikari, que com seus 14 anos é convocado para pilotar um dos maquinários gigantes chamados Evangelion. O que acontece é que o mundo está prestes a ser destruídos por forças antagônicas chamadas de Anjos e os Evangelion são a única força que consegue lutar contra esse mal.

Apesar de protagonistas novos, esse anime tem uma carga emocional muito grande e diferente de outros tipos ele mostra adolescentes perdendo a melhor fase de suas vidas em uma guerra de uma forma muito realista. O que sinceramente, mexe mais do que deveria com nossas emoções.

É profundo, complexo e cheio de ação.

E essa foi nossa lista. Tudo bem, esses não são os únicos animes antigos que você precisa conhecer, existe uma gama de possibilidades que podemos explorar. Por isso, se faltou aquele anime que marcou sua vida, coloque aqui nos comentários! 😉

Compartilhar.