Publicidade

Desde que o conflito entre a Rússia e a Ucrânia começou, empresas de diversos segmentos têm tomado algumas decisões com vistas a pressionar os governos e tentar garantir a paz novamente. Nesse sentido, gostaria de chamar a sua atenção para uma movimentação da Netflix.

De acordo com as informações que foram liberadas no site Deadline, o serviço deixou de ficar acessível na Rússia na noite de ontem, 06 de março. Em outras palavras, temos mais uma gigante da indústria do entretenimento lutando pelo fim dos conflitos… vamos aos detalhes?

Netflix também está a favor da paz

Conforme eu destaquei, a cada dia que passa o número de empresas adotando posicionamentos contra a guerra tem crescido de forma substancial. Na indústria dos games, por exemplo, diversas gigantes já colocaram em prática uma série de sanções contra a Rússia.

No caso da Netflix, parece que os quase 1 milhão de usuários que residem no país europeu deixaram de ter acesso ao conteúdo ontem à noite. Além disso, a empresa decidiu congelar todas as produções que estavam sendo preparadas especificamente para o público russo.

Enfim, a pressão contra a Rússia segue crescendo à medida que diversas empresas gigantescas estão engrossando as listas de defensoras da paz. Sendo assim, o que nos resta é torcer para que essas ações acabem influenciando os governos na direção de uma resolução pacífica para os impasses entre as nações. Até a próxima…

Compartilhar.