Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Estante

Romancista da nova geração abre portas para a literatura de terror

Romancista da nova geração abre portas para a literatura de terror

Pela primeira vez, desde que o prêmio foi criado, um romance de terror fica entre os finalistas do Jabuti – uma conquista e tanto para o gênero, que sempre esteve um pouco à margem dos altos círculos da literatura.

Jorge Alexandre Moreira é autor de Numezu, um terror psicológico que, além de ser um dos livros mais aterrorizantes de 2020, ficou entre as 10 finalistas do Prêmio Jabuti, um dos mais importantes da literatura brasileira. Foi a primeira vez que um terror esteve na lista e, inclusive, em uma categoria criada para abraçar novos gêneros, a Romance e Entretenimento.

O livro já havia vencido o prêmio ABERST 2020, uma das mais importantes premiações da literatura de terror e suspense nacionais. A ABERST, Associação Brasileira de Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror, é a entidade que, hoje, mais fortalece a literatura de gênero no mercado nacional e ajuda a reunir novatos e veteranos, independentes e consagrados para que o público tenha mais acesso a esse tipo de escrita.

Tanto o prêmio da ABERST quanto constar na lista de finalistas do Jabuti, segundo Jorge, ajuda a abrir portas para um gênero que ainda é considerado, de certa forma, marginalizado. “A voz da literatura de terror está sendo ouvida e nós temos muito a dizer”, afirma Jorge.

Saiba mais sobre o livro

Mais do que um livro de terror, Numezu é um mergulho nas sombras do comportamento humano. A história traz Laura e Raoul, um casal em crise, isolado num barco e que encontra uma antiga estatueta – a imagem de uma entidade perversa, ardilosa, que manipula as fragilidades humanas para conseguir liberdade. Agora, os fantasmas pessoais, desejos secretos e disputas de poder que já assombravam Laura e Raoul ganharão um componente violento e sombrio.

Sexo, violência, drogas, terror. Numezu é um livro tenso, claustrofóbico, não destinado aos estômagos fracos. Mesmo transitando pelo sobrenatural, ele não nos deixa esquecer que os piores monstros são humanos. Uma leitura de tirar o fôlego, do começo ao fim.

Numezu – Monomito Editorial

Onde comprar: https://www.amazon.com.br/Numezu-Jorge-Alexandre-Moreira/dp/6580505079

Valores: R$24,90 (físico) e R$9,90 (e-book com conto inédito Águas Mortas)

Sobre o autor

Jorge Alexandre Moreira lançou seu primeiro livro em 2003, quando quase ninguém falava em literatura de terror independente no Brasil. Escuridão, um romance ambientado na Amazônia, tem um conflito entre Brasil e EUA como pano de fundo e foi considerado por diversos sites como um dos melhores livros de terror já publicados no Brasil. Uma temática atual e, ao mesmo tempo, atemporal.

Leitor voraz desde os primórdios da infância, é devoto de Stephen King, Clive Barker, Rubem Fonseca e Jorge Amado. Em 2018, lançou Parada Rápida, um thriller sobre o desaparecimento de uma mulher em um posto de gasolina, durante uma viagem. Parada Rápida tem mais de 2000 downloads na Amazon e nota 4,5 na avaliação dos leitores.

Participou do Ghost Story Challenge e das antologias Confinados e Numa Floresta Sombria e, este ano, lançou Numezu, que já está sendo consagrado pela crítica e pelos leitores do gênero. Jorge vive e escreve no Rio de Janeiro, com sua esposa Luana e seu cachorro louco, Galeto.

Veja também:

Geek Ninja por Code Soluções

X