Publicidade

Finalmente nós fomos comtemplados com o primeiro teaser de Thor: Love And Thunder. E meu deus! Até mesmo quem não estava animado com a ideia de a Jane Foster vestir o manto de Thor mudou completamente de ideia após assistir às poucas cenas que fomos apresentados.

E assim, a entrada da Natalie Portman, como parte relevante do MCU, já é algo esperado pelos fãs. Mas, se você não é adepto aos quadrinhos pode achar que essa é uma decisão estranha. Mas, acredite, a entrada dessa personagem nas histórias oficiais era um evento imensamente aguardado pelos fãs.

Por isso, no post de hoje trouxe 10 fatos que você precisa saber sobre Jane Foster nos quadrinhos.

10. Antes de conhecer Thor, ela conheceu sua identidade secreta

Assim como outros pares românticos dos quadrinhos, Jane Foster conheceu primeiro o hospedeiro humano do nosso Deus Nórdico. No filme de 2011, o primeiro do mundo de Thor no MCU, Jane era uma astrofísica que trabalhava com Erik Selvig e sua assistente. O encontro dela com o deus é um pouco ousado e ocorre quando ele é exilado na Terra e aterrissa no Novo México.

Mas, nos quadrinhos esse primeiro encontro é muito diferente. Jane era na verdade uma enfermeira e trabalhava sob as orientações do cirurgião Dr. Donald Blake. O segredo era que o médico, na verdade, era um hospedeiro humano de Thor quando o deus desce para Midgard, a terra dos humanos.

Eles também se apaixonam, tal como a versão do cinema, mas a decisão de Thor de contar sua verdadeira identidade não é fácil e o deus nórdica vive protelando esse momento.

9. Odin impediu o casamento de Thor e Jane

Antes mesmos do seu segredo ser revelado, Thor, ainda no corpo do Dr Black, decidiu se casar com Jane, um dos maiores empecilho foi o pai de todos, Odin. O rei dos deuses não aceitava o fato do seu filho desposar uma humana e decidiu que ela deveria se provar digna dessa honra.

Jane falhou no teste imposto, assim, Odin rejeitou o casamento e o deus do trovão ficou obrigado a ver ela em seu hospedeiro humano. Mas, a humana não se adaptou à vida entre os deuses e o rei dos deuses obrigou que ela fosse enviada novamente para a terra, sem memória de Thor.

Depois disso, Jane se apaixona pelo Dr. Keith Kancid, enquanto isso, Thor se envolvia com Lady Sif.

8. Lady Sif salva a vida de Foster

Falando em Lady Sif, sabia que a amante e noiva de Thor, Lady Sif, já foi obrigada a salvar o grande amor do deus do trovão?

Durante a separação Jane adoeceu e o filho de odin estava distante para protege-la. Nessa ocasião, Lady Sif, deu sua própria força vital para que ela se curasse.

Mas, o problema morou exatamente nisso: além de recuperar sua saúde, ela também recuperou as memórias anteriores ao deus do trovão.

7. Antes do Mjolnir já lutava

Após essa infusão de poder que Jane recebeu, ela ganhou um espírito de batalha admirável, que provinha da chama presente em Lady Sif, uma deusa guerreira.

Logo, após retomar suas lembranças e o relacionamento intermitente com Thor ela passa a acompanha-lo em algumas aventuras. Em outro momento, ela tomou a espada de Lady Sif para si e foi a hospedeira dessa deusa na terra, salvando o dia.

6. Ela teve câncer

Esse é um fato também muito interessante que poucos fãs sabem, só aqueles que acompanharam assiduamente à saga.

Durante a trama e pouco antes de assumir o Mijolnir, Foster foi diagnosticada com câncer e essa doença a persegue mesmo após sua transformação, impossibilitando diversas vezes assumir seu papel como Thor.

5. Mjolnir escolheu Foster para ser o próximo Thor

Quando Thor posteriormente perdeu o Mjolnir, o martelo telepaticamente chamou Jane, que o procurou e o pegou, ganhando os poderes e o físico de Thor.

Nessa fase, o deus do trovão abandona o título de “Thor” e passa a ser chamado de “Odinson”.

4. Foster se junta aos Vingadores

Jane se junta ao grupo de heróis mais famosos da Marvel, sob o manto do Thor, já que sua identidade se manteve em segredo. Estiveram ao seu lado Sam Wilson como Capitão América, Kamala Khan como Ms. Marvel, Miles Morales como Homem-Aranha, Tony Stark como Homem de Ferro, Sam Alexander como Visão.

3. O manto de Thor piora seu câncer

Como visto anteriormente o câncer sempre foi uma grande batalha na vida de Jane. Embora com o martelo em mãos ela tivesse todos os poderes de Thor, eles não foram o sucificente para frear o avanço da doença.

Na verdade, ela gerou o efeito foi ao contrário.

Já debilitada ela é informada pelo Dr Estranho que não poderia mais assumir o manto, pois isso a mataria. Mas, ao descobrir que Asgard estava em rota de colisão como sol, a nossa heroína novamente toma o Mjolnir.

2. Jane se torna uma Valquíria

Depois de abandonar definitivamente o manto para focar em seu tratamento, o até então “Odinson” volta ao seu papel como Thor. E embora Jane fique distante das batalhas ela retorna, mesmo debilitada e como humana, Thor a salvar Frigga e Odin de Malekith.

Nessa ocasião os espíritos de Brunnhilde oferecem o papel de Valquíria para ela, que aceita nobremente.

1. Sua primeira aparição na em What If…?

A primeira aparição de Jane Foster como Thor foi na série “What If…”, surgida em 1977 ela mostra diversos cenários hipotéticos dentro do mundo Marvel com a premissa: E se…?

Ela surgiu da na décima edição da revista onde a Jane encontra Mjolnir antes do Dr. Donald Blake, hospedeiro de Thor. Nessa ocasião ela ainda trava uma batalha com Loki quando ele aparece em Midgard.

Legal não é?

Agora que você já conhece mais sobre a nova portadora do Mjolnir não faltam motivos para ficar ansioso com o novo filme da saga do Deus do Trovão. Lembrando que Thor: love and thunder será lançado no Brasil dia 7 de julho.

Compartilhar.