Nasa
Astronomia

Nasa pretende prolongar a vida útil das sondas Voyager

Por

A Nasa anunciou recentemente que pretende prolongar a vida útil das sondas Voyager.

As sondas Voyager foram lançadas no ano de 1977 pela Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida. Elas são naves muito importantes para a Nasa, visto que são exploratórias e trazem informações muito importantes.

Tanto é que as sondas Voyager já trouxeram informações dos planetas Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

Atualmente elas se encontram a quase 20 bilhões de quilômetros distância da Terra.

Plano da Nasa para prolongar a vida útil das sondas Voyager

No momento as sondas estão viajando em uma velocidade que passam de 56 mil quilômetros por hora! Elas podem receber um sinal de rádio partindo da Terra, na velocidade da luz, depois de 20 horas.

Enfim, com o tempo sua energia pode ser esgotada em 2020. Assim que a energia se esgotar seus componentes vão congelar se transformando em lixo espacial.

Por isso os engenheiros da Nasa irão fazer alguns ajustes para que a vida útil das naves se prolonguem.

Nasa

“Cada uma das sondas é alimentada por três geradores termoelétricos radioisótopos, ou RTGs, que produzem calor por meio da decomposição natural dos radioisótopos plutônio-238 e convertem esse calor em energia elétrica”. A energia térmica do plutônio nos RTGs vai diminuindo, e assim sua eficiência também cai com o tempo, então cada uma das duas naves, hoje, produz cerca de 4 watts a menos de energia por ano. “Isso significa que os geradores produzem cerca de 40% menos do que produziram no lançamento há quase 42 anos, limitando o número de sistemas que podem funcionar na espaçonave” diz a agência.

Entretanto a Nasa terá que descobrir quais componentes das Voyagers continuarão obtendo energia, e quais já serão desligados. Considerando “múltiplas opções para lidar com a diminuição do fornecimento de energia em ambas as naves espaciais, incluindo o desligamento de aquecedores de instrumentos adicionais nos próximos anos”.

E então pessoal gostaram das novidades do mundo de Astronomia? Comentem aqui o que acharam. E não deixe de nos seguir em todas as redes sociais.

Você também poderá gostar

Faça um Comentário

Seu e-mail não será divulgado.