Publicidade

A Agência Espacial Estadunidense (NASA) noticiou que o planeta está iniciando o período de Máxima Solar, um ciclo de onze anos em que a atividade do sol aumenta e diminui.

Com isso, aumentam também as chances de visualização da aurora boreal, fenômeno de luzes que leva anualmente milhares de turistas aos países do Norte.

Para este ano a expectativa é de uma alta incidência de auroras, uma vez que as explosões solares estão mais presentes.

Mais auroras boreais na Terra

A visualização das tão famosas luzes multicoloridas no céu ocorre especialmente entre os meses de setembro e abril. Segundo Marco Brotto, O Caçador de Aurora Boreal, a retomada do turismo está com força total após a diminuição dos casos de Covid-19 ao redor do mundo e a Máxima Solar contribui.

“Estou com onze expedições lotadas até o fim do ano e a temporada promete ser inesquecível. As explosões solares oriundas de manchas solares, criam tempestades solares que nos proporciona possibilidade da visualização das auroras”, finaliza Brotto.

Compartilhar.

Olá! Meu nome é Beatriz Chiessi e sou formada em Gestão Empresarial. Fã da Aggretsuko, apaixonada pelos filmes do Studio Ghibli, Simmer assumida e astronauta do Astroneer.